O que você procura
você está no Hospital Norte D'Or
Hosp Israelita
Hosp Niteroi D'Or
Hosp Assunção
Hosp Norte D'Or
Hosp Badim
Hosp Oeste D'Or
Hosp Bangu
Hosp Quinta D'Or
Hosp Barra D'Or
Hosp Ribeirão Pires
Hosp Bartira
Hosp Rios D'Or
Hosp Caxias D'Or
Hosp SANTA LUZIA
Hosp Copa D'Or
HOSP SÃO LUIZ
Hosp e Mat Brasil
Hosp São Marcos
Hosp Esperança Olinda
Hosp Sino Brasileiro
Hosp Esperança Recife
Hosp Villa-Lobos
Hosp iFor
Hospital Copa Star
HOSPITAL REAL D'OR
Mudar hospital

Releases


08/09/2015 - Pesquisas sobre doenças neurodegenerativas e câncer avançam no Brasil

As proteínas estão presentes em todos os processos celulares do organismo humano, portanto qualquer erro pode causar um enorme dano. O simpósio internacional, organizado pelo Instituto D'Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) e pela UFRJ, discutiu durante dois dias (30 e 31 de agosto) essas intercorrências, que podem ocasionar doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson, e até câncer. O evento aconteceu  no IDOR, em Botafogo, no Rio de Janeiro.

 

Um dos principais estudiosos convidados para o evento foi o químico e biofísico suíço Kurt Wüthrich, vencedor do Nobel de Química de 2002 por desenvolver métodos de ressonância magnética nuclear. Ele foi o convidado para a conferência de abertura do evento "Frontiers in Protein Misfolding in Neurodegenerative Diseases and Cancer”. O estudioso ganhou o Nobel juntamente com os químicos americano e japonês, John Fenn e Koichi Tanaka, respectivamente, pelo desenvolvimento de métodos para identificação e análise da estrutura de macromoléculas biológicas.

 

Além da presença do Prêmio Nobel, o evento trouxe diretamente da Alemanha, Estados Unidos e Japão pesquisadores dos mais diversos temas e instituições com trabalhos avançados sobre doenças degenerativas no mundo, possíveis terapias e formas de prevenção e diagnóstico.

 

O simpósio Frontiers in Protein Misfolding in Neurodegenerative Diseases and Cancerabordou o papel do enovelamento proteico em doenças neurodegenerativas e no câncer.  Trata-se de um evento satélite do 23º Congresso internacional da União Internacional de Bioquímica e Biologia Molecular (sigla em inglês, IUBMB) e da 44ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular (SBBq).

 

Avanços no Brasil

 

Alzheimer e diabetes
As comparações entre o mecanismo da doença de Alzheimer e do diabetes são objeto de estudos desenvolvidos pela pesquisadora do Instituto D´Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) e do Instituto de Bioquímica Médica da UFRJ, Fernanda de Felice. A estudiosa é uma das palestrantes do seminário internacional. Desde 2007, o grupo da pesquisadora vem aprofundando estudos que detectam que os mesmos problemas que causam o diabetes afetam também o cérebro. Segundo ela, “O Alzheimer é como uma forma de diabete que acontece no cérebro”, explica a estudiosa.

 

Neurodegeneração e depressão
Pioneiro nas pesquisas no Brasil sobre neurodegeneração e neuroproteção, o professor titular do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (IBCCF), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro titular da Academia Brasileira de Ciências, Rafael Linden aprofundou estudos que correlacionam os resultados obtidos nessas pesquisas com a ocorrência da depressão em muitos pacientes. Linden também é um dos convidados do simpósio internacional. 

 

Clique aqui e confira o programa completo do Simpósio Internacional "Frontiers in Protein Misfolding in Neurodegenerative Diseases and Cancer”.

 

 

 

O breve currículo de cada participante do simpósio internacional está disponível no site do IDOR.